17.11.15

O dicionário do menino T



O dicionário do menino T está cheio de palavras difíceis, bonitas, inesperadas, divertidas, inusitadas;  
 
é um livro povoado de personagens estranhas, cómicas, sonhadoras, maravilhosas, doces. Como ele.
Fez 9. Distraído com tudo o que o rodeia (ou atento a tudo o que o rodeia, dependendo da disposição de quem observa e tenta educar...), canta todo o dia. E às vezes também dança, muito bem.
Faz fintas entre o irmão mais velho e o mais novo com a mesma agilidade com que foge com a bola no Quem-marca-vai ou dança breakdance: aproveita o ser pequeno e o ser crescido, ao mesmo tempo, com grande mestria. Afinal, é o irmão do meio e ele é um ás nisso.
O livro parecia tonto Mãe, e afinal—
Pois, não é BD, a sua predileção, mas leu-o de fio a pavio, repetindo alto para ouvirmos algumas entradas deste dicionário, rindo um riso cúmplice dos trocadilhos e achados que o Gonçalo M. Tavares pôs na boca do infante Andersen.
Desde que me lembro por trás duns óculos, uns olhos pretos de príncipe, magníficos, rápidos, malandros, brilhantes. Sintonizou rapidamente com as piadas espertas, ao contrário dum certo "Mosquito: animal que está mal sintonizado." E afinal—
Desejoso de conhecer o mundo, adora histórias e adora História. Gosta de rua, de praia, da quinta, do pinhal e diz muitas vezes que precisa de gastar energia. Dele dizemos, citando um grande filme: estou elétrico Sullivan! Com ele, um simples passeio é uma sessão de ginástica.
No dicionário do menino T andam também palavras simples como cromo, estrangeiras como Champions, e com duplo sentido como Arsenal.
Falar da ternura do T não é coisa que se possa fazer aqui. Pelo menos eu não posso. Precisaria de todo um outro dicionário inventado só para ele, com palavras maiores do que as palavras que existem e que eu não sei inventar. Ou então fazer uma entrada especial no dicionário, na letra T, só para ele.
A economia de cores deste dicionário rima com o seu modo simples, franco e de coração aberto ao mundo.
É apaixonado pela vida.
Uns dizem-me que vai partir corações, outros que tenho de ter muito cuidado para que não lhe quebrem o dele. Isso não sei.
Mas que é ainda um menino tão pequeno e já um tão grande Homem, isso garanto-vos.
....................................................................................................................................
O dicionário do menino Andersen
Gonçalo M. Tavares texto, Madalena Matoso ilustrações
Planeta Tangerina, 2015
isbn 9789898145697
lançamento dia 20 aqui

Sem comentários :

Enviar um comentário

Designed by DigitalBeautiful