2.8.10

uma velha muito velha de nariz arrebitado

Já estamos no campo onde, depois de um calor insuportável, começamos agora a gozar das suas delícias: pão feito no forno a lenha e em casa, banhos no tanque, banhos no rio, tomate da horta, chá de menta da horta com limão do pomar. Come-se sempre demais, aqui, mesmo com calor. Mas, mesmo assim, não exageramos tanto quanto esta velhota.

Sabe-se lá porquê, engoliu uma mosca; depois engoliu uma aranha para que comesse a mosca.

Claro que essa aranha lhe fazia imensas cócegas dentro da barriga e ela teve de engolir um pássaro para que lhe comesse a aranha. Bem, depois lá teve de ser um gato para comer o pássaro e, inevitavelmente, um cão para lhe comer o gato

(que absurdo, comer um gato). Depois lá teve de ser a serpente; e para dar cabo da serpente

só mesmo uma vaca. De todas as vezes, achamos que a velhota vai morrer.
Mas só quando ela come o cavalo é que morre,

claro.
E fecha os olhos. Lengalenga meio macabra, com ilustrações à altura:

o que a minha Avó gostaria disto.
Concordamos com o prémio: este entrou directamente para o top de férias.
..........................................................................
There was an old lady who swallowed a fly
Chronicle Books, 2010
Jeremy Holmes
isbn 9780811867931
primeiro visto aqui
comprado aqui

1 comentário :

  1. Este é a mais recente 'coqueluche' lá de casa :) O livro é uma verdadeira obra de arte, e o texto é delicioso de ler em voz alta. De vez em quando dou comigo a trauteá-lo.

    ResponderEliminar

Designed by DigitalBeautiful