16.2.10

história de carnaval

Voltámos ao campo e desta vez muito bem acompanhados (16 à mesa).
Conseguimos fugir ao

e, depois das máscaras de 6ª feira

(prato e gormiti do ar), viemos festejar

Ainda não estava

nem havia

Em vez da

vestimos

quente pois havia uma

Frio mesmo, não houve tanto que chegasse para

ou para

Então, voltámos a apanhar limões, laranjas e

, fizemos aventuras com lanternas ao

, vimos as

da Avó e até fizemos

, embora tivessemos de fugir de uns

, ou de uma

, como queiram.
Esse foi o único banho que tomámos pois ainda não há calor para

nem apetece insistir na futura

biológica (ou lago cheio de lodo, que vai dar ao mesmo).
Formámos uns

colectivos que foram mais do que divertidos (não fossem as mães a reclamar das piscinas pela casa de banho fora).
Há noite, houve

d'O Quebra-Nozes em capítulos e, claro, o Lobo e os Sete Cabritinhos que não pode deixar de ser contada aqui.
Fizemos


(de princesas, de futebol, de obras, de evoluções e de batalhas interplanetárias, aqui retratadas), decorámos os episódios da Pantera cor-de-rosa e brincámos juntos, mas também

e fizemos imensas perguntas.
Houve meninas a jogar futebol e meninos a apanhar

No meio de tanta gente, até havia um

que também jogou futebol como pôde e ainda fez furor nas bancadas.
Houve poucos trabalhos

porque até os adultos aproveitaram para passear, comer muito bem e fazer jogos ao serão.
Depois, ontem, começaram as

e ficámos já cheios de saudades da companhia e de mais férias.
A história tem que acabar e tanto fica aqui por contar.
Vale-nos estas Estações do Blexbolex, maravilhoso livro (papel, formato, ilustrações,

guardas, cores, peso, ...) que conta o que quiseremos, como quiseremos, quando quisermos e com quem quisermos.
...........................................................................
SAISONS
Albin Michel Jeunesse, 2009
Blexbolex
isbn 9782226192189
primeiro visto aqui
comprado aqui

6 comentários :

  1. Espreitar a prateleira-de-baixo é sempre uma delícia... Fico sempre maravilhada com o conteúdo, mas não consigo deixar de pensar no tempo que é preciso para manter uma prateleira tão organizada, colorida, com tanta qualidade e, claro, sem pó. Muitos parabéns!

    ResponderEliminar
  2. é certo que às vezes me arrependo de não ter ido dormir mais cedo, mas quem corre por gosto não cansa - e com livros tão bons por aí é fácil alimentar esta prateleira. lá dizia o outro, que o tempo somos nós que o fazemos. cada vez mais concordo com o outro.
    obrigada/tack!

    ResponderEliminar
  3. Belas ilustrações.

    ResponderEliminar

Designed by DigitalBeautiful