14.7.09

vintage I

A propósito desta homenagem inauguramos hoje uma secção vintage com a nossa Maria Keil.

Este gosto por livros infantis (ou albuns ilustrados como agora lhes chamam os crescidos que têm algum pudor de gostar destas infantilidades e os editores que lhes chamam assim para dizerem a esses crescidos que não faz mal comprarem estas criancices para eles próprios) leva-nos às vezes aos alfarrabistas.

Ultimamente ando à procura do "Histórias da minha rua", também ilustrado pela MK, mas ainda sem sucesso.

Há uns anos encontrei "As três maçãs" na Fnac

e recentemente estes "Os presentes" na Sá da Costa.

Em ambos os livros as ilustrações são compostas apenas por estes elementos

que são compostos em diversas variantes e a que depois são acrescentados recortes ou adereços.

São histórias simples

sobre a amizade e sobre partilhar.

Aparentemente são os dois primeiros números de uma colecção de três Histórias de "amor de mais", dos anos 80. Fica-nos a faltar "A borboleta e a couve". Se souberem onde há, avisem!
............................................................................................................
As três maçãs
Livros Horizonte, 1988
Maria Keil
encontrado aqui
aqui


Os presentes
Livros Horizonte, 1984
Maria Keil
encontrado aqui
aqui

4 comentários :

  1. Que lindos. Tenho que ir à procura deles. Também gosto da Sá da Costa. Tenho comprado lá livros "especiais". Falta-me ir conheçer a Pós dos Livros, que só conheço do blog.
    E sugestões de livros de culinária para/com crianças, alguém têm? Obrigada. Paula

    ResponderEliminar
  2. Temos as Três Maçãs e Os Presentes, ambos achados num cantinho da Pó dos Livros, há muito pouco tempo (3 semanas?) e haviam lá outros, mas já não muitos...
    Não lhe chamamos "albuns" mas "livrinhos" e não é devido a um certo grau de importância, mas porque são daqueles que se arrumam bem não só na estante, mas na mala, na pasta, ou até na mão. Por aqui, o subtítulo - Histórias de Amor de Mais - pôs-nos a rir e a entender que a partilha, até entre amigos, é matéria difícil. Mas como disse, são "histórias simples" e de facto a "simplicidade" tem um poder explicativo acrescido. Conheço pouco a autora, mas aprecio a sua estética vintage e noto que é bem acolhida pelo meu parceiro destas leituras, fá-lo sorrir, curiosamente ou não…

    ResponderEliminar
  3. neste post está em baixo uma sugestão de livro de culinária: http://prateleira-de-baixo.blogspot.com/2009/04/um-por-dia.html
    há um com receitas divertidas para miúdos mas não sei como se chama, posso tentar saber.
    em breve mostro um outro vintage com actividades onde a culinária está incluída.

    ResponderEliminar
  4. Obrigada Sal. Já conhecia o post porque já li o blogue de uma ponta à outra :). Mas gostava de um em português. Fico à espera do tal vintage com culinária.

    ResponderEliminar

Designed by DigitalBeautiful