8.8.16

repost#05: zoom [14042009]

A capacidade de observação das crianças é incrivelmente grande. Não é por acaso que são craques nos jogos de memória nem que dão imediatamente conta se qualquer coisa mudou de lugar. São capazes de conseguir descobrir pormenores ínfimos onde um adulto nem sequer olha, talvez por ter outros estímulos, nomeadamente o texto. Não sei se um livro que tenha apenas ilustrações sem nenhum texto é, para um miúdo, tão visualmente estimulante como para um adulto, como para mim.

De Istvan Banyai são Zoom e Do outro lado, dois livros espantosos, só com ilustrações, mas cheios de histórias.
Istvan Banya é um conceituado ilustrador húngaro que se mudou para os EUA nos anos 80. Trabalha para a new yorker, a rolling stone, a verve mas fez alguns livros para crianças (?). Além destes dois de que aqui falo, fez o Re-zoom e ilustrou dois de poesia, o Tap Dancing on the Roof: Sijo e o Poems for children.

Em Zoom começamos por ver o que percebemos na segunda página ser uma crista de galo

e vamo-nos afastando gradualmente,

vendo que afinal nada parece (apenas) o que é,

afastando-nos

até a um ponto infinito.


Em do outro lado o nó na cabeça é ainda maior. Somos convidados a ver um e outro ponto de vista de uma mesma cena, mas a coisa não fica por aqui.
As cenas têm sempre continuidade na página seguinte, nem que seja apenas visual.

Numas, o tempo está parado

mas noutras há um salto;

umas são perfeitamente realistas,

outras absolutamente desconcertantes.

Tudo começa com as instruções para um avião de papel e uma janela, uma menina e um menino.

Acaba no quarto do menino onde encontramos espalhado tudo o que apareceu nas histórias e onde ficamos, afinal, sem perceber se tudo aconteceu mesmo-mesmo ou apenas na imaginação do menino.

Diz Banyai a propósito deste livro:
I like visual,
I think visual.
Even the literal term "point of view" refers to visual!
You can only see a thing from one point at one point in time!
You want more?
You have to move!
In The Other Side, you just have to turn a page in the book
to change your point of view.

Em ambos os livros somos convidados a um olhar exterior, cúmplice de quem desenhou. Somos, nos dois casos, mais do que leitores de um livro; uma espécie de deuses-pássaros exteriores à terra, num lugar impossível. Os únicos capazes de apreender o imenso todo.
......................................................................................
EDITADO PELA KALANDRAKA  

Zoom
Editrice Il Castoro, 2003 [Vicking, 1995]
Istvan Banyai
isbn 9788880332749
encontrado aqui
aqui

...................................................................................... dall'altra parte [the other side]
Editrice Il Castoro, 2006 [Chronical Books, 2005]
Istvan Banyai
isbn 9788880333685
encontrado aqui
aqui

Sem comentários :

Enviar um comentário

Designed by DigitalBeautiful