7.8.12

o que é que quer dizer haiku?

Dias no campo: rãs e jogo da rã, couves e futebol, basquete e laranjas, ping-pong e flores.
*
Entre as ervas
Jogando ao esconde-esconde - 
Rãs
 *
O jogos olímpicos, todos os filmes do Tintin, fichas de férias, jornais imaginários, muitas leituras.
 *
Onde há pessoas
Há moscas
E Budas
 *
O R gosta do livro sobre o corpo e do livro de animais, mas ainda gosta mais das histórias inventadas em que é o protagonista. As ilustrações andam pela cabeça dele, quase as vejo.
O T aparece de vez em quando (nos intervalos dos campeonatos em que joga por ambas as equipas) com a Cartilha debaixo do braço a pedir uma lição.
*
O apanhador de nabos
Aponta o caminho
Com um nabo
*
O B lê tudo o que deita a mão (nos intervalos dos campeonatos em que joga por ambas as equipas) de modo que, mesmo trazendo livros no saco e com a biblioteca da quinta, mostrámos-lhe um livro de haikus. Os preferidos foram os mais brejeiros, claro.
*
Que beleza -
O buraco feito na neve
Ao mijar
*
A primeira cigarra -
Digo eu
Antes de mijar
*
A prateleira-um-bocadinho-menos-de-baixo ainda é difícil para mim. Conheço menos os livros "de rapazes", as histórias levam mais tempo a ler e ainda não temos muito por onde escolher; o B é o primeiro a crescer na nossa casa.
*
Oh ganso selvagem
Com que idade fizeste
A primeira viagem?

No dia em que decidi levá-los à biblioteca descobri que estava fechada. Espero que seja temporariamente porque me parece ser a única solução para acompanhar esta voracidade. E ir passando algumas coisas que não são de-baixo mas que podem descer um bocadinho. Como esta.
*
Não mates a mosca
Que de pés e mãos
Te implora
*
Um destes dias, o ofício da sesta foi escrever um haiku; 3 versos, 5-7-5 sílabas (em japonês, porque nas traduções adaptam compensando, 4-6-5, por exemplo):
 *



















*
Para os anos temos embrulhados este e este. Uma no cravo, outra na ferradura: poesia e pergunta - não é isso fazer 8 anos?
.........................................................................
Primeira neve [ haikus ]
Assírio&Alvim, 2002
Issa Kobayashi (tradução de Jorge Sousa Braga)
isbn 9723707705




Sem comentários :

Enviar um comentário

Designed by DigitalBeautiful