10.10.11

preso

Espero que este chegue cá rapidamente.
Eles acham a história meio absurda (meia??),

mas diverte-os muito verem a árvore a ficar apinhada de tralha e todos (os apinhados) se conformarem com isso.
Oliver Jeffers conta mais esta história divertidíssima, com a sua pena característica mas, ainda assim, reinventando-se:

a boca ou as sobrancelhas só aparecem quando isso é mesmo necessário para mostrar alguma coisa,

não existem pés (para quê?), de vez em quando há páginas que aparentam ter levado uma lata de tinta por cima deixando tudo esverdeado, ou alaranjado.

O lettering ganha nesta edição ainda mais força e já não sabemos de lemos as palavras ou se as vemos.

No final o T diz que já sabe qual é a ideia do bombeiro; o B olha-o com ar paternalista e embora ache tudo um disparate, também gosta de ver a história até ao fim.

O livro vem dedicado a uma série de gente que "esteve lá". É divertido imaginar que história terá sido a que deu origem a esta: Floyd prende o papagaio na árvore e decide atirar o seu ténis favorito para o mandar a baixo.

Quando este também fica preso, Floyd decide atirar o outro e assim por diante.

A escala da coisa vai crescendo, de absurdo em absurdo, aumentando a escala até ao impossível,

um maravilhoso impossível.
OJ costuma pôr nas badanas do livro uma fotografia sua em criança.

Cheira-me que o Floyd é o Oliver...
..............................................................
Stuck
Harper Collins, 2011
Oliver Jeffers
isbn 9780007263868
primeiro visto e comprado aqui

2 comentários :

  1. Folheei este livro em 1ª mão na minha livraria preferida, a Foyles de Charing Cross Road, e foi amor à primeira vista :) como quase todos os de Jeffers <3

    ResponderEliminar
  2. Adorei!!!

    tb sou fã de Jeffers!

    ResponderEliminar

Designed by DigitalBeautiful