27.10.11

forca

Porque é possível combater a crise - inventando, por exemplo -, aqui fica um jogo que não se compra, constrói-se.

Por estes dias, ao final do jantar, mistura-se com a sobremesa um jogo na porta-quadro. Quem já acabou tem licença para sair da mesa e fazer a primeira palavra.

_ _ _ _ _ _ _ põe os traços,
__
| desenha a forca,
e os outros vão começando a atirar as letras.
Primeiro as vogais: A
A _ _ _ _ _ A
O T também joga.

Quando é a sua vez de fazer a palavra, eu componho o "cenário" e ele responde se a palavra tem ou não a letra proposta: E

A _ E _ _ _ A

O jogo obriga-os a pensar em palavras, palavras difíceis ou palavras óbvias (o B gosta de as escolher sem As, o T gosta de escolher coisas de que gosta): O
__
| o (já tem cabeça, não há O)

É o "jogo de família" do momento: I

A _ E _ _ I A

Também dá para jogar nas salas de espera, no trânsito, no metro e traz muitos momentos de simples e fácil (já adivinharam? se não acertam são enforcados...)

.
.
.
A L E G R I A
...........................
há em todo o lado

1 comentário :

  1. É muito educativo e divertido.
    Tive um professor que, sempre que nos despachávamos com o que era suposto fazermos nessa aula, nos propunha terminar a mesma a jogar à forca no quadro. :)

    ResponderEliminar

Designed by DigitalBeautiful