22.9.11

jungle speed

O jogo do momento é o Jungle Speed.

O B recebeu-o nos anos e na rentrée tem sido o "jogo de família", como diz o T: quando conseguimos que jantem em menos de uma hora (pois - são pastelões, ou saboreiam a comida, ou conversam demais) temos tempo para um jogo no tapete antes da leitura.
É um jogo rápido: olhos atentos para perceber se a carta que viramos é igual a qualquer uma das outras que os outros também viraram e depois reflexos rápidos para agarrar o totem (ou o Tottenhem, como diz o T) se a nossa carta fizer par com a de alguém.

As cartas são semelhantes entre si e depois ainda há cartas extra para baralhar mais que nos dizem que o que agora temos de procurar são cores iguais, ou outra ainda que diz para todos voltarmos as cartas ao mesmo tempo e vermos o que dá, e outra que nos faz atirar todos ao mesmo tempo para tentar agarrar o totem em primeiro.
Tenho a certeza que não dava para escritora de regras de jogo (que aliás detesto ler), por isso tenho dúvidas que este postal dê para perceber que o jogo é muito simples e mesmo muito bom.
Aliás, é o que já nos habitua a Morapiaf que edita em Portugal este e outros jogos que fazem as delícias cá de casa.
Dizem que podemos retardar ou afastar a Alzheimer se mantivermos o cérebro ginasticado.

É o que temos feito.

Sem comentários :

Enviar um comentário

Designed by DigitalBeautiful