26.10.10

re-post-pop-notícia

O B leu Bruaá num livro a que deu a volta em 10mn, e perguntou o que queria dizer a palavra. E foi assim que o meu leque de significados se alargou.
Confesso que sempre me intrigou a estranha palavra (que julguei que podia ser só um som sem significado) e que só ontem fiquei a saber o que quer dizer bruaá, assim mesmo, com dois ás e um acento: o som de vozes e ruídos misturados.
Outro sinónimo de Bruaá (desta vez com letra grande), para quem não sabe, é Miguel Gouveia. Tanto quanto percebo, a Bruaá é mesmo Miguel Gouveia - que escolhe os livros, os traduz, os edita, os bloga, desde a Figueira da Foz.

A Bruaá ainda não tem 3 anos mas já é gente, e que gente. O seu catálogo é incontornável quando procuramos um livro de qualidade vindo de fora, mas em português.
A Bruaá tem sido quem mais tem feito pela etiqueta editem em português desta prateleira.
No outro dia comentava como a escolha do catálogo é masculina; acho que se nota que a escolha destes livros é feita por um homem: o tipo de humor, de síntese nas ilustrações e nas histórias, de crueza, até.
Este post é sobre o nome da editora, a editora, o editor, porque o post do livro já aqui esteve em Fevereiro deste ano.
Que boa surpresa esta pop-novidade - agora com nova ficha técnica!
...................................................
Popville
Bruaá, 2010
ilustração Anouck Boisrobert&Louis Rigaud, texto Joy Sorman
isbn 9782358510141
encontrado aqui
agora em Portugal!

Sem comentários :

Enviar um comentário

Designed by DigitalBeautiful