10.8.10

rush hour

Agora vamos para a praia. As malas são reduzidas a uns trapos para tapar o essencial e a um saco com livros e jogos.

Um que já ali está arrumado é o rush hour, que é tudo o que não vamos encontrar na pasmaceira para onde nos dirigimos.
O jogo é divertidíssimo e portátil; faz um barulho um pouco irritante, do plástico (o que me faz hesitar às vezes em sítios onde dá particularmente jeito, como restaurantes ou aviões)

e é um jogo solitário onde, a cada carta (há 40), se tenta passar para o nível superior.
Objectivo: salvar a carrinha dos gelados.
Como? primeiro colocando os carros como mostram as cartas e depois,

movimentando os outros carros para a frente e para trás, de modo a abrir caminho para a carrinha.

O grau de dificuldade vai aumentando, bem como o tempo que o jogo demora, mas o salvamento da carrinha é sempre uma grande vitória pessoal.

E agora, vamos ao Santini antes da viagem.
......................................................
oferecido!
aqui e muitas versões online

1 comentário :

  1. interessantissimo!
    eu própria, já adulta (espero eu), gosto de jogar a esse jogo online. ;)

    e agora o assunto que aqui me trouxe, hj ao fazer um post sobre um livro infantil de Jutta Bauer, cruzei-me com este blog na pesquisa. Acabei por fazer-lhe referência, pk adorei o seu post sobre A Rainha das Cores. Espero que nao se importe.

    Parabéns pelo belíssimo blog, a propósito. Passou a ser um dos meus favoritos.

    ResponderEliminar

Designed by DigitalBeautiful