2.7.10

E tudo o vento levou

Este post anda em draft há uma semana e não chegámos a tempo de anunciar este lançamento que tanto prometia.

Uma febre de verão impediu-nos de participar na festa.
A propósito d'A manta tinha-me lembrado de aqui pôr este lindíssimo saco.
Salam quer dar a volta ao mundo, quando for grande. As pessoas gozam com ele: é demasiado pequeno e leve. Se não tomar cuidado, será levado pelo vento.

Irritado, decide pôr-se a caminho não sem antes levar com ele um grande saco vazio para lá pôr dentro tudo o que encontrar que o ajude a crescer.

Num instante, é levantado pelo vento que o leva. No seu vôo vai apanhando, sem querer, uma folha, uma pedra, uma pena, um pouco de neve. O saco fica tão pesado que o faz cair no meio do deserto.

A neve serve para lhe matar a sede.

A pedra serve para para afastar os abutres.

As folhas servem de folhas e a pena de caneta para escrever mensagens de socorro que o vento acaba por levar.

Um beduíno aparece então ao seu encontro para o levar de volta para a cidade. Salam deixou o saco para trás mas não faz mal, já cresceu.

E o beduíno conta-lhe que não leu nenhuma folha para o ir salvar.

Foi o vento que lhe contou.
..............................................................................................
Um segredo para crescer
Edições Kual, 2005
texto Carl Norac, ilustrações Carll Cneut
isbn 9789729600685
oferecido!

1 comentário :

  1. Gostamos muito do Salam, dos seus trajes e sobretudo daquilo que ele sabe...
    E as guardas deste livro são lindas não são?! Esta dupla belga (Norac/Cneut) tem outros iguamente bons, como, por ex. "Monstro, Não Me Comas". Vale mesmo a pena.

    ResponderEliminar

Designed by DigitalBeautiful