25.3.10

oirártnoc o

Esta história é mesmo difícil.

O Contrário é uma entidade que ganha forma física,

um corpo, ao mesmo tempo que mantém a sua essência

- abstracta mas muito concreta - de oposição,

ou o seu espírito contraditório, como queiram.
Como tudo acontece às avessas,

e só ele percebe porquê, o miúdo tem de repensar o seu modo de dizer as coisas quando um dia lhe aparece,

ou acontece, o Contrário.

Com a vida num caos, a melhor defesa é o ataque.
E quando no fim do livro a primeira cena se repete (como em muitos outros livros),

o miúdo não desespera porque desta vez já sabe como atacar o problema, ou contrariar o contrário, neste caso.

Parece confuso e é.

Mas é só pensar no contrário, literalmente, e tudo se torna, no fim, muito simples.
Óptima história (o inglês é aqui maravilhoso), óptimas ilustrações

- que inveja destes figurinos,

principalmente o da professora anafada!
(Também gostava de espreitar este contrário e fiquei com vontade de finalmente mandar vir este,

da mesma ilustradora, há muito tempo na lista; o pior é que descobri este outro

que também promete...)
E aqui fica mais uma piscadela de olho às borboletras: não ficava mesmo bem na colecção?
......................................................................................
The opposite
Andersen Press, 2006
ilustrações Elena Odriozola, texto Tom MacRae
isbn 9781842705735
encontrado aqui

3 comentários :

  1. Este também já faz parte da minha 'prateleira-de-baixo' :) Conheci-o aqui: http://www.apple-egg.co.uk/journal/the-opposite-elena-odriozola.html
    e foi daqueles que não consegui deixar muito tempo simplesmente na lista de desejos.

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Adoro a Elena Odriozola! As suas ilustrações são tão delicadas e ao mesmo tempo tão fortes. Ah!The Story blanket é maravilhoso!
    Parabéns pelo excelente blog.
    Paula Cusati

    ResponderEliminar

Designed by DigitalBeautiful