19.11.09

o nº5

Com a desculpa de que tínhamos de encomendar uns livros de estudo, lá veio um contemplado na tão falada lista.

Encomendei o que, pelo que li, precisava menos do texto, mas percebi mal: não precisa de nenhum texto.

Esta é uma história de imagens e alguns ruídos animalescos (se considerarmos, claro, que o carro se inclui na secção de animalescos).

Enquanto pesquisava sobre a fábula em que se baseia o livro, aprendi (não fazia ideia) que o seu autor terá sido Esopo, o pai-grego da fábula enquanto género literário, algures no século VI a.C.

Na verdade, ninguém tem a certeza de que o senhor tenha escrito alguma vez alguma coisa; dizem que terá sido um escravo libertado pelo seu amo por este gostar tanto das suas histórias.

O que é certo é que lhe são atribuídas muitas das fábulas que chegaram até aos nossos dias pelas mãos de Demétrio de Falero, de Fedro e de La Fontaine.

Embora me lembre muitíssimo bem das suas fábulas, de La Fontaine, desta concretamente não tenho nenhuma recordação. Mas é mesmo bonita.

As ilustrações são tão realistas que às vezes parece que os animais no livro nos olham ali em África ou em Lisboa, mas agora.

E há uma certa estranheza nesta história ser contada com os animais realistas, não humanizados; normalmente, nas fábulas, os animais falam a nossa linguagem, não a deles.
É assim mais fácil imaginar mesmo, na realidade, esta história a acontecer em África (ou em Lisboa?), onde os animais não falam, que eu saiba.

É muito bonito ver o leão de regresso à sua família, como antes tínhamos visto o rato.

Um leão poupa a vida a um rato. Não sabemos porquê, mas poupa. Este é o princípio da história. O resto está aqui em cima, nas imagens. Conseguem lê-la?
....................................................................................................
The lion and the mouse
Little Brown Young Readers, 2009
Jerry Pinkney
isbn 9780316013567
primeiro visto aqui
comprado aqui

---------------------------------------------------------------------------
Mais um fantástico post do senhor que posta pouco mas muito bem.

1 comentário :

  1. Voltei à infância ao ver este livro!Lembro-me tão bem do ratinho a roer a corda para libertar o leão! Obrigada;) as ilustrações são belíssimas, quase vivas!

    ResponderEliminar

Designed by DigitalBeautiful