21.9.09

as cores de chapéu de coco

Temos por cá alguns óptimos livros onde as cores são os protagonistas: A rainha das cores, a Petite Tache, o Pequeno azul e Pequeno amarelo.
Este livro é também sobre cores mas desta vez elas têm cabeça, tronco e membros. São humanas, são homens! E, atenção, homens de chapéus de coco.
Já procurei uma referência a Magritte

por todo o livro sem sucesso mas não tenho dúvida que já vi estes senhores,

estes chapéus,

e estas árvores em qualquer lado.

As ilustrações são mesmo pinturas, óleo sobre tela,

como as de um verdadeiro pintor (o Azul vem do céu, o Castanho da terra, o Preto montado num negro cavalo)

e trazem à vida estes senhores-cores que vivem cada um encerrado no seu próprio mundo colorido mas monocromático.

Um dia, o senhor Verde convoca um lanche nos seus verdes domínios pois precisa da colaboração de todos para descerrar um novo mundo de onde, diz, não há regresso.

Todos aceitam.

E descobrem, fascinados, que o mundo é afinal colorido, sim, mas de uma maneira que nunca antes tinham imaginado.

E depois de algumas páginas esverdeadas, acreditem que o nosso espanto é tão grande como o dos sisudos homens de chapéu de côco.
(No fim do livro há inda uma pequena lição sobre a cor e um dicionário com objectos que vão aparecendo no livro.)
...........................................................................
La merienda del señor Verde
Ediciones Ekaré, 2007
Javier Saéz Castán
isbn 9788493486358
encontrado aqui
aqui

Sem comentários :

Enviar um comentário

Designed by DigitalBeautiful